29/08/2023 às 01:30 Aniversário Infantil Aniversário

Parabéns pra você... É pique? Ou big?

5856
2min de leitura

Eu, Pamela, sempre tive o costume de cantar apenas o "Parabéns pra você" para amigos ou nas festas dos clientes, mas de um tempo para cá eu comecei a ouvir que, depois da famosa cantoria, vinha o "é pique, é pique!" com maior frequência e, justamente hoje, meu marido que também trabalha na Chroma, o Israel, estava editando um vídeo de um aniversário onde isso acontecia e ele me perguntou: "mas não é 'é big'?"?! Pois é, ficou o questionamento. E você sabe qual deles é o certo?

É claro que minha curiosidade me fez googlar e tentar procurar a origem disso e o que eu vi entre meu marido e eu é uma realidade no Brasil todo: uns cantam "é big" e uns cantam "é pique". Pela breve pesquisa que fiz, no Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro (Israel é de lá) e no Pará, cantam mais comumente o "é big". Eu, que sou catarinense desde sempre, sempre ouvi e aprendi que era "é pique". Mas a história é bem mais do que só isso e aqui transcrevo o trecho explicando do site MegaCurioso.com.br:

"O bordão 'é pique é pique, é hora é hora, rá-tim-bum', incorporado no Brasil ao 'Parabéns a você', é uma colagem de bordões dos estudantes das Arcadas (como a faculdade também era chamada) da década de 1930. 'É pique' era uma saudação ao estudante Ubirajara Martins, conhecido como 'pic-pic' porque vivia com uma tesourinha aparando a barba e o bigode pontiagudo. 'É hora' era um grito de guerra de botequim: nos bares, os estudantes eram obrigados a aguardar meia hora por uma nova rodada de cerveja — era o tempo necessário para a bebida refrigerar em barras de gelo. Quando dava o tempo, eles gritavam: 'É meia hora, é hora, é hora, é hora'.

'Rá-tim-bum' refere-se a um rajá indiano chamado Timbum, ou coisa parecida, que visitou a faculdade — e cativou os estudantes com a sonoridade de seu nome. O amontoado de bordões ecoava nas mesas do restaurante Ponto Chic (que criou o sanduíche Bauru graças a outro estudante de Direito, Casemiro Pinto Neto), com um formato um pouco diferente do que se conhece hoje: “Pic-pic, pic-pic; meia hora, é hora, é hora, é hora; rá, já, tim, bum”.

Não é interessante? Eu achei incrível que isso é genuinamente brasileiro e por isso os gringos não entendem essa "segunda parte" do nosso tradicional canto desejando parabéns que, aliás, aqui no Brasil cantamos batendo palmas e, nos Estados Unidos, por exemplo, é apenas cantado. Mas isso já é assunto para outro post de curiosidade, haha.

E você? Como você canta: "é big" ou "é pique"? Independente de como for, o importante é celebrar e se divertir!

Curiosidade e complemento de texto através do site MegaCurioso.com.br

Foto e texto por Pamela Machado/Chroma Fotografia

29 Ago 2023

Parabéns pra você... É pique? Ou big?

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

aniversário origem do é big origem do é pique parabéns pra você

Quem viu também curtiu

28 de Set de 2017

Os aniversários em casa nunca saíram de moda!

12 de Abr de 2018

O Encanto das Festas de 15 Anos

25 de Out de 2017

Pais, não fiquem frustrados!

Logo do Whatsapp