Imagem capa - 10 anos! por Chroma Fotografia
Fotografia

10 anos!

Sabe quando você ama muito algo e consegue poder ter aquilo que você ama por 10 incríveis anos com você? Assim é a fotografia para mim e hoje, me desculpem, mas o texto vai ser totalmente pessoal. 

Há um pouco mais de 12 anos eu descobri a fotografia e descobri que além de ela ser incrível, eu ainda poderia viver de algo que eu amava fazer. Nem todas as pessoas têm a sorte de poder trabalhar com o que amam, não é verdade? Mas eu fui engatinhando até que eu aprendi a andar com as minhas próprias pernas e, quando me perguntam "O que você faz?", "Com o que você trabalha?" e tantas outras perguntas parecidas com essa, posso responder feliz: Sou fotógrafa.

Em maio de 2008 criei a Chroma Fotografia, pois já não trabalhava mais sozinha, principalmente em eventos, e eu não achava justo outras pessoas levarem o meu nome pelo trabalho delas e queria poder sempre dar os créditos - acho que a "coisa" mais importante para um fotógrafo! - sempre que eu publicasse as imagens produzidas. 

De lá para cá foram muitos altos e baixos, algumas rasteiras de pessoas muito próximas que eu achei que eu não ia conseguir levantar, sabem como? Aquelas rasteiras que deixam a gente deitados no chão, devastados e sem fôlego, que nos fazem parar para pensar se ainda conseguiremos respirar, se ainda conseguiremos levantar, enfrentar e ir em frente. Mas aprendi a pular algumas passadas de pernas e fui trilhando meu caminho com honestidade e clareza, com a ajuda de amigos reais que se transformaram em minha família.

Três dessas pessoas que me ajudaram, que me colocaram para cima, que me disseram que eu ia conseguir e que resolveram enfrentar tudo comigo são essas três pessoas que estão na foto da capa desse post: Faby, Valmir e Israel. Talvez eu tivesse conseguido enfrentar tudo sozinha, mas querem saber? Foi muito melhor poder enfrentar tudo com três pessoas que confiaram em mim e que hoje posso dizer que posso contar mais do que nunca.

Mas o que sempre me fez seguir em frente, o que sempre me fez continuar foram meus incríveis clientes, afinal, eram eles que acreditavam em meu potencial, que confiavam a mim momentos únicos e importantes de suas vidas. E quando estamos lá fotografando, seja um ensaio, um aniversário, um casamento, um batismo, enfim, quando estamos lá fotografando só conseguimos pensar no que está acontecendo, naquele momento e é por isso que nos emocionamos juntos, porque pode ser um cliente que acompanhamos há algum tempo ou um cliente novo, todas as pessoas e todos os momentos para nós são importantes, pois fotografamos como se fosse para nós mesmos.

Viver da fotografia há 10 anos, ter uma empresa há 10 anos, ter fotografado tanto nesse tempo todo é simplesmente surreal. Uma pena eu não ter contabilizado quantos casamentos já fiz, quantos ensaios já fotografei, quantas gestantes maravilhosas já cliquei; mas ao mesmo tempo fico feliz em não saber os números, porque assim eu sempre acho que é a primeira vez, sempre sinto o frio na barriga quando vou fotografar e é esse sentimento que quero sentir para sempre: frio na barriga antes de qualquer trabalho.

Sou abençoada por fazer o que faço e, por isso, escolhi fazer um filme que retratasse um pouco desses 10 anos, um filme que contasse um pouco de mim para vocês mesmo que minha vida seja um livro aberto. Mas antes, quero dizer apenas uma palavra para cada um que lê esse texto e para cada um que já escolheu a Chroma e que ainda vai escolher: OBRIGADA. Sou muito grata, de verdade, de coração.



Foto por Patricia Weber/WS Fotografias
Vídeo por Ariadne Santos/Videoholic
Texto por Pamela Machado/Chroma Fotografia